Que bom que você veio!!


Que bom que você veio!!
Quero escrever textos que nos ajudem a entender um pouco mais daquilo que Deus tem para nós, para falarmos uma mesma linguagem. Não tenho o objetivo de ser profundo, nem teológico, nem filosófico, nada disso. Quero dizer coisas simples que pululam em minha mente, sempre atento para não contradizer em nada a minha fé, ou o que creio ser a vontade de Deus.
No mês de Agosto/12 há um texto que explica o significado e o porquê do nome Xibolete.

5 de dez de 2014

A Segunda Divisão e o Inferno

Depois do empate que garantiu a volta do Vasco para a primeira divisão, alguém perguntou ao técnico o que ele achou da vaia que uma parte da torcida deu no time, mesmo tendo conseguindo o retorno a divisão de elite do campeonato brasileiro e ele, do alto da sua filosofia, disse: "Segunda divisão é o inferno". E continuou explicando que aquilo era uma espécie desabafo da torcida. Eles estavam botando para fora tudo que sofreram durante o ano.

Realmente, para os amantes de futebol, é muito ruim ver o seu time de coração ser rebaixado de divisão. Pior que isso só a derrota da da Seleção Brasileira para a da Alemanha por 7 a 1. 


Torcer para um time que cai para a segunda divisão é motivo suficiente para ser alvo de muita zoação durante um ano inteiro. Eternamente alguém vai ter o mórbido prazer de te lembrar que, um dia, seu time foi rebaixado. Pior ainda é quando seu time na segunda divisão perde para times que são da segunda divisão. Espera-se que o time da primeira que cai para a segunda ganhe de todos que são da segunda.

Joel Santana tem razão, para a torcida de um grande time da primeira divisão a segunda divisão é o inferno. Deste inferno a torcida do Vasco saiu. Novamente. 

Mas, a Palavra de Deus fala de um inferno ainda mais horrendo e de onde não se poderá sair. Foi para lá, já era. Eternamente ali. Isso aprendemos com Jesus quando conta que o mendigo Lázaro um belo dia morreu e foi levado pelos anjos "para junto de Abraão", e quanto ao rico apenas diz que "morreu e foi sepultado" (Lc 16:22). Jesus continua falando sobre os dois e diz que, em seu sofrimento no inferno, o rico pede ao pai Abraão que fosse permitido a Lázaro molhar um dedo para matar sua sede. Abraão lhe diz: "há um grande abismo entre nós, de modo que os que querem atravessar daqui até você não podem, como também os daí não podem passar para cá" (Lc 16:26)

O apóstolo Paulo falando aos crentes de Tessalônica, diz que Cristo voltará "para castigar os que rejeitam a Deus e não obedecem ao evangelho do nosso Senhor Jesus. Eles serão castigados com a destruição eterna e ficarão longe da presença do Senhor e do seu glorioso poder" (2 Ts 1:8,9). Muitos anos antes Salomão afirmava: "Esteja certo de que os ímpios não ficarão sem castigo, mas os justos serão poupados" (Pv 11:21). O abismo que Abraão fala para o rico separará eternamente os que não creram em Jesus da presença de Deus.

João nos revela que Deus amou o mundo de uma forma tão grandiosa "que deu seu único Filho, para que todo aquele que nele crer não morra, mas tenha a vida eterna" (Jo 3:16). Depois ele registra que "quem nele crê não é condenado, mas quem não crê já está condenado, por não crer no nome do Filho Unigênito de Deus" (Jo 3:18). E, para que não houvesse nenhuma duvida sobre isso, reitera que "quem crê no Filho tem a vida eterna; já quem rejeita o Filho não verá a vida, mas a ira de Deus permanece sobre ele" (Jo 3:36).

Alguns acreditam que o amor de Deus é tão grande que ele não deixará ninguém ir para o inferno. Eu penso que o amor de Deus é tão grande que, mesmo muito irritado, ele não irá contrariar sua vontade se você escolher ir para o inferno. Sim, porque como tudo na vida isso também é uma escolha. Josué já havia entendido assim quando convocou o povo e disse que eles deveriam optar por servir a Deus ou não, mas que ele já havia tomado sua decisão: "eu e minha casa serviremos ao Senhor" (Js 25:15)

O modelo de campeonato brasileiro de futebol permite aos times caírem no inferno da segunda divisão, segundo Joel Santana, e sair de lá com uma boa campanha. Mas do inferno bíblico não tem saída. Você pode até pensar que sou um fanático, um ignorante, ou seja lá o que for, pois nada disso existe na verdade. É tudo uma lenda.

Digo que torço para que você esteja certo. É verdade. Seria muito bom se você tivesse razão e nada disso fosse verdade. Nós dois, um dia, morreremos e pronto. Tudo se acabou. Eu terei vivido uma vida muito legal, com um código de ética bem estruturado por um livro de lendas chamado de Bíblia e pronto. E você morrera tendo a sensação de uma vida bem vivida, de acordo com sua percepção.

Mas, e se tudo isso for verdade? Você quer correr o risco? Eu não.