Que bom que você veio!!


Que bom que você veio!!
Quero escrever textos que nos ajudem a entender um pouco mais daquilo que Deus tem para nós, para falarmos uma mesma linguagem. Não tenho o objetivo de ser profundo, nem teológico, nem filosófico, nada disso. Quero dizer coisas simples que pululam em minha mente, sempre atento para não contradizer em nada a minha fé, ou o que creio ser a vontade de Deus.
No mês de Agosto/12 há um texto que explica o significado e o porquê do nome Xibolete.

1 de jan de 2015

Fim de ano.

Não gosto de fim de ano. Para falar a verdade, não sou muito ligado a "datas". Para mim são apenas jogadas de marketing, e oportunidades para alguns ganharem muito.

Um dos meus sonhos é ter um lugar bem longe de todo o tumulto de fim de ano para ir no inicio de dezembro, e só voltar no fim da primeira semana de janeiro, quando as coisas já voltaram ao normal. Ver shopping lotado por um monte de "corações vazios" em busca de compras, endividamento inescrupuloso, as vezes, ou desnecessário, quase sempre, só porque é fim de ano, não dá.

Transito engarrafado, filas para estacionar, filas para comprar, filas para comer. Detesto filas para comer. Pessoas que são mal-educadas ainda mais mal-educadas. Pessoas que são boas, sendo até chatas de tão boazinhas. Muitos sorrisos que não aconteceriam em épocas diferentes. Muitos abraços que não seriam dados em outra época, por exemplo, no carnaval.

O motivo do Natal passa quase despercebido até mesmo pelos cristãos e, quiçá, pelas igrejas, onde uma turma luta desenfreadamente por alcançar status de estrelas nos corais, nos grupos teatrais ou em suas roupas que parecem mais um desfile de moda. O culto da virada se tornou um amuleto para muitos: "vou passar na igreja para ter um ano abençoado". Depois não faz nada para que o ano seja realmente abençoado.

Você deve estar pensando que sou um mal-humorado, pessimista, ou chato de galochas mesmo. É antiga essa expressão, hein. Tudo bem. Não vou ficar zangado com você só por isso. Talvez sua zanga seja mesmo porque você se viu nessas situações descritas. Eu te perdoo.

Quando penso nisso lembro-me de uma passagem bíblica de Isaías em que Deus, muito irritado, diz: "Não consigo suportar suas assembleias cheias de iniquidade. Suas festas da lua nova e suas festas fixas, eu as odeio. Tornaram-se um fardo pesado para mim; não as suporto mais" (1:13,14). Creio que Deus já estava pensando em novo dilúvio a esta altura do campeonato. Que bando de cabeças duras.

Não somos diferentes. Acredito que Deus hoje deve estar pensando isso em muitas situações de culto que vivemos. Creio que em alguns momentos Deus olha para o mundo e pensa falar a mesma coisa que falou para o seu povo naquele momento. Então ele lembra: "Mas eu já deixei isso escrito, eles lêem e não entendem". Creio que por varias vezes irritamos a Deus com nossas festas recheadas de hipocrisia.

Talvez se parássemos para ouvir a voz de Deus ouviríamos: "Lavem-se! Limpem-se! Removam suas más obras para longe da minha vista! Parem de fazer o mal, aprendam a fazer o bem! Busquem a justiça, acabem com a opressão" (Is 1:16,17).

O fim de ano será muito diferente do que tem sido, para todos, quando aprendermos que viver o que Deus quer é uma questão diária, e não uma simulação festiva e hipócrita por causa de uma ou duas datas no ano.

Feliz você todos os dia da sua vida. Viva e deixe Deus viver através de você.