Que bom que você veio!!


Que bom que você veio!!
Quero escrever textos que nos ajudem a entender um pouco mais daquilo que Deus tem para nós, para falarmos uma mesma linguagem. Não tenho o objetivo de ser profundo, nem teológico, nem filosófico, nada disso. Quero dizer coisas simples que pululam em minha mente, sempre atento para não contradizer em nada a minha fé, ou o que creio ser a vontade de Deus.
No mês de Agosto/12 há um texto que explica o significado e o porquê do nome Xibolete.

10 de fev de 2013

Como já dizia Vinicius...


A foto que enfeita o meu blog foi tirada por mim com um celular. Antigamente só tirávamos fotos com máquinas fotográficas, mas agora temos celulares que fazem de tudo e, às vezes, servem para telefonar. Pois é, estava indo para Paty de Alferes de ônibus e quando vi esta imagem não resisti, saquei meu celular e cliquei. Não sei se você consegue reconhecer o local. Para dar uma dica eu passava pela Linha Vermelha.

É um local que visto sem este sol lindo por trás, não tem a mesma beleza. Talvez até já tenha sido bonito, mas por causa da interferência do homem, hoje, as águas do mar que vemos ali são escuras e bastante poluídas.

É impressionante como a natureza nos encanta com sua força e beleza onde menos esperamos. Quando construíam o metrô no Rio, ali em Inhaúma, próximo ao que hoje é o Shopping Nova América, havia um lugar onde eram jogados entulhos de escavações. Ficou um lugar feio, cheio de lixo. Numa manhã de primavera passava por ali, também de ônibus, e vi uma grande quantidade de flores bem pequenas, com várias cores diferentes, que surgiram ali no meio de toda aquela sujeira.

Quem me conhece de tempos idos sabe que um dos meus versículos prediletos é: “O coração alegre aformoseia o rosto” (Pv 17:22), porque ele me da a certeza de que eu sou lindo. Nada, nem ninguém, pode me fazer pensar diferente. Só posso crer que é alegre um coração que tem a presença de Cristo. Como tenho certeza da presença dele em meu coração, o meu coração é alegre e, consequentemente, meu rosto é a formosura em pessoa. Concorda?

Parece uma brincadeira, mas para mim é uma grande verdade.

O padrão real de beleza deveria levar em consideração o interior da pessoa. Vivemos atolados até o pescoço pela massificação da beleza midiática sem nos importar com o que realmente é belo. O belo não é o que pode nos agradar somente aos olhos, pois, como escreve Antoine de Saint-Exupéry em O Pequeno Príncipe, "Só se vê bem com o coração. O essencial é invisível para os olhos". Foi isso que Deus ensinou para seu servo Samuel, na escolha de Davi, que quando viu Eliabe alto, forte e bonitão, pensou “Certamente está perante o Senhor o seu ungido. Mas o Senhor disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a grandeza da sua estatura, porque eu o rejeitei; porque o Senhor não vê como vê o homem, pois o homem olha para o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração.” (I Sm 16:6,7). O escolhido de Deus era o pequeno Davi.

Para mim, o belo precisa agradar o todo. Estou saturado de ver pessoas com um padrão de beleza pregado como o melhor, que agrada aos olhos, mas que no envolver-se, causa enjoo. E, ao contrário, fico feliz de ver pessoas que esteticamente não seriam chamados nem de bonitinhas, mas que transmitem uma beleza que vem de dentro e transborda nos olhos compassivos, nas palavras edificantes e saborosas de se ouvir, na educação e no trato simples e elegante para com os outros. Pessoas que não dá vontade de sair de perto. Pessoas que são aconchegantes. É uma delícia estar junto delas. Têm o cheiro de Cristo.

Como na foto deste blog, que é a entrada para a Ilha do Governador, estas pessoas possuem um sol que brilha forte por trás delas que as fazem ser assim. Segundo o salmista, o nosso Deus é aquele que “converte o deserto em lagos, e a terra seca em nascentes. E faz habitar ali os famintos, que edificam uma cidade para sua habitação; semeiam campos e plantam vinhas, que produzem frutos abundantes. Ele os abençoa, de modo que se multiplicam sobremaneira; e não permite que o seu gado diminua” (Sl 107:35 a 38). Ele transforma os piores desertos em lugares habitáveis e frutíferos; transforma os corações em mananciais de águas puras, vivas, que transbordam, encharcam e contagiam as pessoas que estão ao redor. E existem muitas pessoas que são assim. Estar perto delas nos faz um bem tremendo.

Como já dizia Vinicius, “as feias que me perdoem, mas beleza é fundamental”, e eu concordo plenamente com ele. Esteticamente belos ou não, é fundamental buscarmos a beleza que a presença de Cristo provoca em nossa vida. A beleza que é conquistada com um relacionamento de profundidade com Ele; que é consolidada na intimidade diária com Ele. Esta é a beleza que é fundamental.

Aristóteles escreveu que: “A beleza salvará o mundo”, e eu assino em baixo. A beleza de Cristo salvara o mundo. A pura e cristalina beleza de Cristo refletida através de nós. Essa, sim, é fundamental!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, pois é sempre bom saber o que você pensa.