Que bom que você veio!!


Que bom que você veio!!
Quero escrever textos que nos ajudem a entender um pouco mais daquilo que Deus tem para nós, para falarmos uma mesma linguagem. Não tenho o objetivo de ser profundo, nem teológico, nem filosófico, nada disso. Quero dizer coisas simples que pululam em minha mente, sempre atento para não contradizer em nada a minha fé, ou o que creio ser a vontade de Deus.
No mês de Agosto/12 há um texto que explica o significado e o porquê do nome Xibolete.

14 de jan de 2016

Você será lembrado?

Samua, Safate, Jigeal, Palti, Gadiel, Gadi, Amiel, Setur, Nabi e Geuel. Não, estes não são nomes de uma lista de possíveis nomes para você escolher para o seu filho que vai nascer. Se você quiser pode colocar um desses nomes no seu filho, mas acho que ele não vai gostar. Todos estes nomes estão na Bíblia. Você sabe quem são? O que eles fizeram?


Se você não se lembrou, nem sabe quem são, não fique triste. Quando me perguntaram também não tive outra resposta que não fosse um “não”. Mas é verdade, eles estão na Bíblia em uma narrativa bem conhecida de todos. Nem sei mesmo se aparecem alguma outra vez além desta. Mas estão lá. Estes homens foram escolhidos para uma missão especifica no programa de Deus para seu povo e falharam feio. Zero para eles no quesito confiança no poder de Deus. Zero para eles no quesito motivação. Zero no quesito coragem. Zero no quesito visão. Na soma total eles são zero. Nota zero para eles.


Além de tudo ainda espalharam medo para o povo de Deus. Sua incapacidade de ver com os olhos da fé contaminou toda a nação, que se revolta contra Moisés. Todo o povo que já que vira maravilhosos milagres divinos, por causa desses medrosos falaram horrores desse mesmo Deus. Eles imprensam Moisés e Arão contra a parede e falam: "Seria melhor se tivéssemos morrido no Egito ou mesmo neste deserto! Por que será que o Senhor Deus nos trouxe para esta terra? Nós vamos ser mortos na guerra, e as nossas mulheres e os nossos filhos vão ser presos. Seria bem melhor voltarmos para o Egito!" (Nm 14:2-3).


Agora você já sabe de quem são os nomes acima? Isto mesmo, faziam parte do grupo com Josué e Calebe. Estes dois você conhece muito bem. Eles foram e viram as mesmas coisas que os outros. O registro bíblico diz que "Quando chegaram ao vale de Escol, cortaram um ramo do qual pendia um único cacho de uvas. Dois deles carregaram o cacho pendurado numa vara. Eles pegaram também romãs e figos" (Nm 13:23). Você pode imaginar isso? Que terra maravilhosa Deus tinha preparado para eles.


Quando voltam seu relatório inicial até é bem interessante: "Nós fomos até a terra onde você nos enviou. De fato, ela é boa e rica, como se pode ver por estas frutas" (Nm 13:27). Até aqui era bem animador o relatório. Uma terra boa para plantar. Trouxeram os bons frutos como prova daquilo que viram. "Mas...", assim começa o versículo seguinte. Eles incluem um “mas”, uma simples conjunção coordenativa adversativa, e o relatório muda completamente. Falam de homens fortes, de muralhas e de gigantes. Pronto, foi o suficiente para amedrontar aquele povo.


Uma voz surge no meio do burburinho dos murmuradores. Uma voz de confiança. Ainda assim o povo reclama. querem mudar a liderança. Eles não confiavam neles mesmos, muito menos em Deus. Parece que sofreram um ataque coletivo de amnésia que os faz esquecer o Deus que os livrou de tantos outros males.


Isso causa uma irritação tão grande em Calebe e Josué que eles "rasgaram suas roupas em sinal de tristeza" ( Nm 14:7). Eles ficam revoltados com a atitude do povo. Parece que só eles se lembravam do Deus a quem serviam. Daquele que já os livrara de grandes dificuldades até chegarem ali, "a dois passos do paraíso". A terra prometida estava ali bem pertinho. A fala deles é de motivação: "Não sejam rebeldes contra o Senhor e não tenham medo do povo daquela terra. Nós os venceremos com facilidade. O Senhor está com a gente e derrotou os deuses que os protegiam. Portanto, não tenham medo" (Nm 14:9).


Eram dois contra dez. A quem você escolheria acompanhar? Dois visionários, corajosos, cheios de fé, tementes a Deus, ou aos que foram práticos, medrosos, sem fé e desobedientes? O povo escolheu acreditar na maioria. Não conheciam Nelson Rodrigues que disse:  "Toda unanimidade é burra. Quem pensa com a unanimidade não precisa pensar."


O resultado foi terrível. Os desobedientes foram mortos ali mesmo, na frente de todo o povo. E como castigo, aquele povo rebelde, que estava próximo à terra prometida, teve que rodar ainda outros quarenta anos, e nenhum daqueles que estavam ali, entraram na terra prometida, exceto Calebe e Josué. Eles não só entraram na terra prometida, que era o que esperavam, mas ficaram marcados na história da humanidade pela coragem, pela fé no Deus que amavam.


Quais são as oportunidades que Deus tem te dado para deixar uma marca na humanidade? Ou mesmo em alguém muito próximo? Você tem aproveitado, mesmo que elas sejam muito difíceis, ou tem fugido com medo das consequências ruins que elas parecem ter? Como você será lembrado num futuro distante? Você será lembrado?


Como Calebe e Josué, seja uma pessoa ousada, corajosa, visionária. Creia que as oportunidades que Deus lhe dá devem ser agarradas com fé naquele que te disse: "Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar" (Js 1:9). Creia que Deus lhe dará todas as condições para conquistar sua "terra prometida". Creia que na hora certa ele te capacitará ou usará a sua capacidade, seus talentos e dons, para a conquista. Não fique vagando pelo deserto em busca de nada. Creia nas promessas de Deus e vá a luta. Ele prometeu que estaria com você sempre. Então, vá. Por você e com ele para a conquista de tudo que ele quer lhe der. Esteja disponível, creia e seja obediente, e o mundo será muito pequeno para você.


Como Josué e Calebe, deixe sua marca na história, ou na vida de alguém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, pois é sempre bom saber o que você pensa.