Que bom que você veio!!


Que bom que você veio!!
Quero escrever textos que nos ajudem a entender um pouco mais daquilo que Deus tem para nós, para falarmos uma mesma linguagem. Não tenho o objetivo de ser profundo, nem teológico, nem filosófico, nada disso. Quero dizer coisas simples que pululam em minha mente, sempre atento para não contradizer em nada a minha fé, ou o que creio ser a vontade de Deus.
No mês de Agosto/12 há um texto que explica o significado e o porquê do nome Xibolete.

15 de nov de 2012

O errado está certo, ou o certo está errado?


A desigualdade no Brasil está em todos os lugares. Uma brasileira de 20 anos está famosa por ter vendido sua virgindade por R$ 1.500 milhão, enquanto isso nos cantões do Brasil as meninas índias estão perdendo a sua em troca de celulares, roupas de marcas ou R$ 20,00. As coisas realmente estão fora de controle.

Aqueles trabalhadores que ganharam seu voto, que estão lá em Brasília, recebem um “mísero” salário por mês e, por isso, recebem também 14º e 15º salários, que tem um valor tão irrisório que não descontam nem Imposto de Renda. Um trabalhador anormal, como eu e você, trabalha todos os dias de sol a sol, faça chuva ou faça sol. Se faltar um dia é descontado ou até demitido. Aqueles pobres trabalhadores lá de Brasília não precisam seguir esta regra. O trabalho deles é sobremaneira estafante e eles têm “direito” de trabalhar menos: apenas 18% deles não faltaram a nenhum dos seus compromissos na Câmara, e entre estes está o tão discriminado Palhaço Tiririca, presente em todas as sessões. Não é uma palhaçada? Nós que trabalhamos muito e recebemos pouco, apenas 13 salários, pagamos o salário, os 15 salários, daqueles que não trabalham nada e recebem muito. Não tem algo errado nisso?

Ser honesto virou ato de heroísmo. Soube de uma pessoa que encontrou algo de valor de outra e, quando perguntado se tinha encontrado, devolveu. Depois reclamou que devolveu e não ganhara nada em troca. Queria receber por ser honesta. É sempre com grande alarde que a mídia anuncia que alguém que agiu honestamente. É estranho isso, porque agir assim deveria ser algo normal, corriqueiro, e o contrário sim é que deveria nos causar espanto.

A virgindade já perdeu o sentido que tinha e virou moeda de enriquecimento ou de troca. O normal hoje é não ser virgem. De acordo com os exemplos que temos visto em nosso país, principalmente por nossas lideranças, ser desonesto também é normal. A honestidade virou motivo de premiação.

As coisas comuns ou corriqueiras são as que são normais?

Então vamos pensar juntos:

  • Em São Paulo só neste ano já foram assassinados quase 90 policiais. Virou uma coisa comum. Mas você acha que isso é normal?
  • Vários pontos chamados de “cracolândia” exibem pessoas de todas as idades destruindo suas vidas por uso desta droga de efeito tão avassalador. É comum vermos estas imagens. Mas você acha que isso é normal?
  • Segundo uma pesquisa do Ministério da Saúde divulgada em maio de 2012, o abuso sexual foi o segundo tipo de violência contra crianças até 9 anos em 2011, infelizmente. A maior parte desses abusos aconteceu dentro de casa. Estas notícias são muito comuns. Mas você acha que isso é normal?
  • Segundo a pesquisa divulgada pelo Mapa da Violência de 2012, a cada duas horas uma mulher é morta por um namorado, marido, companheiro ou um ex-qualquer coisa dessas. Pela constância isso se torna comum. Mas você acha que isso é normal?

Tudo que foge da normalidade não pode ser aceitável. Sei que muitas vezes a normalidade acontece por causa de um padrão de repetição, e tudo que for contrário é anormalidade. Mas as perguntas acima continuam valendo. Se pensarmos que todo comportamento comum tende a ser tornar normal, então corremos sérios riscos. Em muito pouco tempo teremos que acabar com as nossa força policial, pois será normal, as pessoas usarem e/ou venderem suas drogas em qualquer lugar e fazer tudo aquilo que lhes der na cabeça. Teremos que ver os pedófilos desfilando pelas ruas em suas passeatas reivindicando seus direitos de grupos minoritários. Não mais poderemos trancafiar os marginais que matam indiscriminadamente, pois será uma coisa normal.

Aonde iremos parar?

A Bíblia, que se mostra sempre um livro totalmente atual, registra as palavras do apóstolo Paulo para a igreja de Roma, falando sobre a depravação dos homens daqueles dias, que reflete exatamente o que vivemos hoje. Ele diz que os homens “trocaram a verdade de Deus pela mentira ... E assim como eles rejeitaram o conhecimento de Deus, Deus, por sua vez, os entregou a um sentimento depravado, para fazerem coisas que não convêm; estando cheios de toda a injustiça, malícia, cobiça, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, dolo, malignidade; sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais; néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, sem misericórdia; os quais, conhecendo bem o decreto de Deus, que declara dignos de morte os que tais coisas praticam, não somente as fazem, mas também aprovam os que as praticam” (Rm 1:25, 28 a 32).

Provavelmente muitos vão querer relativizar a questão do que é o certo ou o errado. Mas uma coisa é certa: existem princípios muito bem esclarecidos por Deus, e destes não podemos abrir mão. Nós vamos aos poucos mudando a verdade em quase mentira e a mentira em quase verdade. Já não sabemos mais se o certo está errado ou se o errado esta certo. Já nem sabemos mais se existe algo certo ou algo errado, ou se tudo é certo ou se tudo é errado. Mas Deus não muda. O autor da carta aos hebreus diz que Ele “é o mesmo, ontem, hoje, e eternamente” (He 13:8).

Então, não se deixe enganar. Para Deus, o certo continua sendo certo, e o errado continua sendo errado. Guie-se por isso. Não se deixe enganar pela repetição de anormalidades que, mesmo que se tornem comuns, nunca poderão ser normais. E você sabe muito bem quais são.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, pois é sempre bom saber o que você pensa.