Que bom que você veio!!


Que bom que você veio!!
Quero escrever textos que nos ajudem a entender um pouco mais daquilo que Deus tem para nós, para falarmos uma mesma linguagem. Não tenho o objetivo de ser profundo, nem teológico, nem filosófico, nada disso. Quero dizer coisas simples que pululam em minha mente, sempre atento para não contradizer em nada a minha fé, ou o que creio ser a vontade de Deus.
No mês de Agosto/12 há um texto que explica o significado e o porquê do nome Xibolete.

12 de mai de 2012

Em construção.


De um dia para o outro a lanchonete Habib’s do Campinho foi para o chão. Pouco a pouco outras casas, lojas comerciais e um posto de gasolina tiveram o mesmo destino. Literalmente jogadas ao chão. A paisagem mudava a todo o momento. Um dos caminhos de Tiradentes no Rio de Janeiro foi se transformando em imenso canteiro de obras. Máquinas de todos os tamanhos e tipos surgiam como se tivessem brotado ali. Trabalhadores em profusão, e confusão.

O trânsito, que já não era muito bom ali em alguns horários, agora se torna horrível o tempo todo. Alguém se esqueceu de avisar que por ali passam tubulações subterrâneas que levam água e gás para vários lugares e assim tivemos tubulações atingidas e vazamentos. Explosões, necessárias, paravam completamente o trânsito para segurança de todos.

Assim, com muito buracos, explosões, falta de água e gás, poeira, trânsito parado ou quase parado, o progresso vai chegando com toda a confusão que qualquer tipo de mudança provoca. Hoje já podemos ver uma boa parte da obra da Transcarioca que está sendo realizada nos bairros de Madureira e Campinho. Em alguns anos não mais iremos nos lembrar de tanta confusão, mas iremos transitar com a velocidade que os nossos dias requerem, e nossa vida vai se tornar melhor. É isso que esperamos.

É muito bom pensar que Deus tem grande desejo de fazer o mesmo conosco. Estamos muito distantes da sua imagem e semelhança. Dentro de nós existem os nossos “restaurantes” que alimentam nossa vontade de sermos donos de nossa própria vida. As “casas” onde abrigamos egoísmo, inveja, maledicência, traições, ganâncias e tantos outros pecados. Nossos “postos de gasolina” que abastecem nossos desejos e nos dão disposição para continuarmos fazendo tudo que queremos, independente das consequências que sofreremos. Mas, quando permitimos a ação completa de Deus, nos entregamos totalmente em suas mãos, sua ação transformadora nos torna pessoas completamente diferente daquela fomos. Surge em nós uma nova vida.

Este é o ensino de Paulo quando diz que “se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo” (II Co 5:17). É isso que Deus faz em nós: tudo novo. Ele nos limpa das nossas manias e desejos que quase sempre nos levam ao sofrimento, e renova nossa mente. Nossa visão da vida se torna diferente. Nossa visão do outro é amorosa. Passamos a nos amar, nos valorizar e com isso olhamos para os outros como alguém por quem Cristo morreu.

Não é uma tarefa tão simples. Somos duros na queda e, às vezes, atrapalhamos a obra que Deus quer realizar em nós. Estamos em constante construção, pois, só estaremos “terminados” ao atingirmos a glorificação. Até lá, há muito trabalho a ser realizado. Deve haver uma busca constante da vontade de Deus para nossa vida. É uma busca diária, intensa, perseverante, pois sempre haverá alguém querendo impedir que esta obra seja realizada. O Diabo sempre tentará atrapalhar.

“Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor” (I Co 15:58).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, pois é sempre bom saber o que você pensa.