Que bom que você veio!!


Que bom que você veio!!
Quero escrever textos que nos ajudem a entender um pouco mais daquilo que Deus tem para nós, para falarmos uma mesma linguagem. Não tenho o objetivo de ser profundo, nem teológico, nem filosófico, nada disso. Quero dizer coisas simples que pululam em minha mente, sempre atento para não contradizer em nada a minha fé, ou o que creio ser a vontade de Deus.
No mês de Agosto/12 há um texto que explica o significado e o porquê do nome Xibolete.

25 de mai de 2012

Três Declarações de Amor


No Dia das Mães, minha filha Isabelle escreveu esta mensagem para Ana, sua mãe: “Parabéns não só a melhor mãe do mundo, como a mulher mais incrível, o melhor exemplo de vida e a minha heroína em todos os momentos. Obrigado por ter me tido mesmo com o mundo dizendo o contrário. Te amo mulher!”. Confesso que fiquei muito orgulhoso e até me emocionei. Mas, na verdade, se você pegar esta mulher descrita por Isabelle, juntar com a mulher virtuosa de Provérbios 31 e mais algumas mulheres fantásticas da Bíblia, ou que você conheça, botar num liquidificador e bater bem, sairá algo parecido com a mulher, esposa e mãe que Ana realmente é.

Não fique com inveja, pois é pecado. Mas é verdade. Não sei nem mesmo como explicar isso. Tenho certeza que ela não é perfeita, pois Deus não a faria perfeita quando sabia que, um dia, esta mulher seria minha esposa. E, apesar de mim, ela continua perfeita para mim. Eu me casaria com ela tantas vezes quantas fossem necessárias.

Por isso, às vezes fico pensando: O que é que Deus viu em mim para me dar um presente assim? Sou um cara esquisito, tenho consciência disso. Não sou bonito. Estou cada dia mais careca. A barriguinha teima em crescer. E, o que é pior, por mais que tente não sou o marido que eu gostaria de ser. Luto para conseguir ser apenas um pouco parecido com o que Deus poderia esperar de mim. Como assim Deus, por que este presente?

É ai que a maravilhosa graça de Deus me encanta. A graça que é um favor imerecido. Algo que é dado a alguém independente de merecimento. Já cantávamos o hino do Cantor Cristão (que saudade): “Graça! Quão maravilhosa graça! Como o firmamento, é sem fim! É maravilhosa, é tão grandiosa, tão sublime e doce para mim! É maior que a minha vida inútil, mais profunda que o imenso mar”. Algo deste tamanho não poderia ser atribuído a um homem, pois somos mesquinhos demais para dar alguma coisa sem cobranças, sem segundas intenções, ainda que veladamente, ou sem ser proposital. Mas Deus transcende toda nossa compreensão do amor. Ele vai ao extremo mandando Jesus Cristo, seu Filho Unigênito, para morrer em nosso lugar, com o propósito de nos levar de volta para ele. Esta foi a maior declaração de amor já feita por alguém. Nunca iremos compreender essa graça, pois não somos capazes de fazer igual.

Mas graças a Deus que não precisamos entender completamente essa graça. Basta-nos a sua graça para que vivamos a vida abundante que ele nos prometeu. Basta-nos aceitar, mesmo sem compreender, o seu maravilhoso amor, sua maravilhosa graça, que nos dá tudo aquilo que precisamos e, ainda mais, aquilo que não poderíamos viver sem. Ana hoje é imprescindível na minha vida. Não consigo me ver sem ela. Chego mesmo ao egoísmo de querer morrer antes dela para não passar pelo sofrimento de viver sem sua presença ao meu lado. Mas, só posso me dar a esse desatino egoístico por que um dia Deus, por seu amor por mim, pela sua graça maravilhosa, deixou-me sentir o sabor inigualável de tê-la ao meu lado.

Deus espera de cada um de nós, que olhemos uns para os outros com os seus olhos e façamos pelo outro até mesmo o que achamos que o outro não merece. Mas só conseguiremos alcançar este estágio no retorno à sua semelhança, quando nos jogarmos completamente e nos largarmos no aconchego que seus braços produzem, tal como um bebe no colo da mãe.

Vamos, mergulhe de cabeça. Todos estamos esperando um você melhor!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, pois é sempre bom saber o que você pensa.